Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 31 de maio de 2009

VENHA COMEMORAR OS 50 ANOS DA REVOLUÇÃO CUBANA

ASSOCIAÇÃO CULTURAL JOSE MARTI DE MINAS GERAIS
CONVIDA
VENHA COMEMORAR OS 50 ANOS DA REVOLUÇÃO CUBANA
“O movimento histórico mais importante do século XX e que transcende Cuba para animar os corações de todos os que lutam pela justiça social e valores como a solidariedade e a sustentabilidade”

Neste sábado, 06 de junho, a partir das 16 horas
tira-gostos cubanos (tostones, chicharritas e chicharrones) e jantar cubano (supervisão do chef cubano Julio Díaz)
SON a cargo de músicos cubanos
Convite R$ 20,00
(convites podem ser adquiridos no local , ou fazer um depósito na conta da Associação Cultural José Marti de Minas Gerais do Banco do Brasil- agência 3883 conta 13-581 x e apresentar o comprovante de depósito)



Cardápio
CARNE DE CERDO, ARROZ CONGRI (O MORROS Y CRISTIANOS) , YUCA O PAPAS CON SALSA
ENSALADA





Na quadra do GRÊMIO E ESCOLA DE SAMBA CIDADE JARDIM
Rua dos Gentios, 1415- Conjunto Santa Maria ( em frente ao Hospital Luxemburgo)

Ônibus: 9208, 9104 ponto final; 4110,4113 e 8207 (descer na Raja Gabaglia, 1710)

sábado, 30 de maio de 2009

Conselheira da Embaixada cubana busca apoio da CMBH e faz palestra em Contagem


A presidente da Câmara Municipal de Belo Horizonte (MG), vereadora Luzia Ferreira (PPS), recebeu na tarde da quinta-feira, 28 de maio, no Salão Nobre, a visita da Ministra conselheira política da Embaixada de Cuba no Brasil, Maria Antônia Ramos Lara.
Ela veio a convite da Associação Cultural José Marti de Minas Gerais (ACJMMG) pedir o apoio dos 41 vereadores de Belo Horizonte para constituir a Frente Parlamentar Brasil-Cuba em Minas Gerais, a exemplo da Frente já criada no Congresso Nacional, dentro das comemorações dos 50 anos da Revolução Cubana.
Bloqueio econômico
Para a presidente Luzia Ferreira, Cuba vive um isolamento por causa do bloqueio econômico dos Estados Unidos. “Queremos uma América una com o reatamento das relações diplomáticas entre Cuba e Estados Unidos”. Acrescentou ainda que Cuba é um importante mercado para os produtos brasileiros.
A conselheira cubana Maria Antônia disse que “a Revolução Cubana já é uma senhora madura”, mas com o coração jovem. Comentou sobre o período de transição naquele país do Caribe por causa da doença do presidente Fidel Castro, substituído por seu irmão Raul Castro.
Nos dias 11 a 13 de junho, em Florianópolis (SC), será realizada a 17ª Convenção Nacional de Solidariedade à Cuba, com a participação de centenas de movimentos sociais e das unidades estaduais do movimento nacional de solidariedade a Cuba ..
Essa convenção terá o apoio do Instituto Cubano de Amizade com os Povos (Icap), que conta com a filiação de duas mil associações de 140 países. O Icap centraliza a solidariedade a Cuba em todo o mundo.
A partir de 19 horas desta quinta-feira, no Cine Teatro de Contagem, cidade da Região Metropolitana de BH, a ministra Maria Antônia vai proferir uma palestra sobre ‘Aspectos educacionais e culturais da Revolução Cubana’.
Participaram da visita os vereadores João Oscar (PRP), corregedor da Mesa Diretora; Adriano Ventura (PT) e Reinaldo Preto do Sacolão (PMDB); o presidente do Icap, Fábio Simeón Gonzáles; além da Diretora Geral da Associação Cultural José Martí em Minas, Miriam Gontijo de Moraes e do Sindicato dos Engenheiros de Minas Gerais (Senge-MG), Paulo César Rodrigues
Fonte : site da CMBH

Cuba rejeita na ONU calúnias do governo norte-americano

HAVANA, Cuba, 27 maio (ACN) O Conselho de Segurança da ONU foi o marco escolhido por Cuba para denunciar e rejeitar mais uma vez a inclusão da ilha por parte dos Estados Unidos em uma lista de nações que, supostamente, auspiciam o terrorismo.

Abelardo Moreno, embaixador cubano no máximo órgão internacional, disse nesta quarta, que os pretextos usados pelos E.U. ao longo dos anos para isso, são torpes, pois é evidente a total falta de veracidade, objetividade e a impossibilidade de sustentá-los, reporta a PL desde Nova Iorque.

O representante de Cuba nas Nações Unidas denunciou que com a injustificável inclusão de Cuba nesse grupo, o novo governo dos E.U. nega a racionalidade política que proclama publicamente e segue os errôneos passos de seus predecessores.

Moreno sublinhou que a política irreprochável da Revolução cubana em relação ao terrorismo não admite questionamentos, nem dúvidas, muito menos provenientes de Washington.

É nos Estados Unidos e não em Cuba, onde atua impunemente uma máfia terrorista que já organizou, financiou e realizou centenas de atos de terrorismo contra a nação cubana.

Sem contar que esse país acolheu o conotado terrorista internacional Luis Posada Carriles, responsável, entre outros atos contra Cuba, da sabotagem em 1976 de um avião civil, que truncou a vida de 73 pessoas que viajavam a bordo.

Este sujeito trabalhou ao serviço da CIA na operação conhecida como Irã-Contras e na implementação do Plano Condor.

Depois, em 1997, preparou uma série de atos terroristas contra hotéis de Havana, que trouxe como resultado a morte em 2000 - na flor da idade - do turista italiano Fabio di Celmo, além do projeto de atentado contra o então presidente Fidel Castro na Universidade da Cidade do Panamá.

Em março de 2005, Posada Carriles, segundo dados do jornal Granma, entrou ilegalmente nos E.U. Só depois de reiteradas denúncias públicas que revelavam sua presença nesse território, o governo de George W. Bush procedeu a sua detenção e julgamento por delitos migratórios e de perjúrio, sem a menor alusão ao terrorismo.

O diplomata cubano disse que, se a nova administração norte-americana realmente deseja demonstrar seu compromisso com a luta antiterrorista, tem agora a oportunidade de atuar com firmeza e sem dupla moral.

Acrescentou que a atual administração estadunidense ainda deve fazer justiça e libertar, sem mais demora, os Ccnco lutadores antiterroristas cubanos que mantém como presos políticos desde faz mais de dez anos em cárceres de alta segurança.

Agência Cubana de Notícias