Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 16 de junho de 2013

Foz de Iguaçu : XXI Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba reúne cerca de 400 apoiadores



Os mais de 400 delegados de grupos de solidariedade e associações José Martí de todo o território do Brasil participaram da XXI Convenção Brasileira de Solidariedade a Cuba  na cidade de Foz de Iguaçu. No dia 14, os participantes ouviram  conferência oferecida pelo doutor Angel Mauro Alfonso Fernández, que falou sobre o programa de atendimento primário de saúde e a cooperação internacional neste ramo.

Os desafios do processo de integração latino-americano e as experiências dos movimentos de solidariedade foram outros temas a serem discutidos no encontro, realizado na fronteira com a Argentina e o Paraguai.

Durante o evento, Socorro Gomes, do Centro Brasileiro de Solidariedade com os Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz), exigiu a retirada das tropas norte-americanas da base de Guantánamo, território cubano ocupado ilegalmente pelos Estados Unidos. Exigiu nesse sentido a necessidade de construir a unidade latino-americana para exigir com mais força a entrega dese pedaço de solo cubano ao seu povo e a suspensão da política hostil da Casa Branca contra a maior das Antilhas.

Apesar do bloqueio econômico e financeiro imposto pela Casa Branca há mais de 50 anos contra Cuba, essa nação é um país soberano que conta com o melhor sistema sanitário do mundo, assegurou.

Uma das convidadas a esse encontro, Adriana Pérez, esposa de Gerardo Hernández, um dos cinco antiterroristas cubanos presos nos Estados Unidos em 1998, solicitou apoio para conseguir a libertação desses lutadores.

Pérez denunciou as violações dos direitos humanos cometidas pela administração estadunidense, que negou a possibilidade de visitar seu marido ao negar-lhe o visto todas as 12 vezes nas quais foi solicitado.

Gerardo Hernández foi condenado a duas condenações perpétuas mais 15 anos de prisão e ainda permanece preso, da mesma forma que outros três de seus companheiros de causa: Ramón Labañino, Antonio Guerrero y Fernando González, apesar da forte pressão internacional para que o governo estadunidense os libere.
O outro antiterrorista, René González, saiu da prisão em liberdade condicional está em Havana, após renunciar a sua cidadania estadunidense.

Os Cinco, como são conhecidos a nível internacional, monitoravam os planos das organizações terroristas financiadas pelos Estados Unidos e sediadas no sul da Flórida.

A XXI Convenção brasileira encerrou com  com a aprovação de um documento chamado Carta de Foz do Iguaçu, na qual serão expostas as medidas e ações para impulsionar durante os próximos 12 meses a defensa de Cuba.

No sábado, dia 15 de junho, os participantes fizeram manifestação de apoio a Cuba na Ponte da Amizade, divisa entre Brasil e Paraguai

Fontes : Prensa Latina e Facebook

Mais :


A delegação cubana era ainda composta da vice-ministra de Educação Superior de Cuba Aurora Fernandez Gonzales, do jornalista e blogueiro Iroel Sánchez, da economista Gladys Pedroza,e o vice-presidente do Instituto Cubano de Amizade com os Povos Elio Gomes. Todos fizeram suas apresentações aos participantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário