Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

SÁBADO 13: Aniversário de 85 anos do companheiro Fidel


50 ANOS DE ERRADICAÇÃO DO ANALFABETISMO EM CUBA E 85 ANOS DE FIDEL CASTRO
Piquinique Cultural de 10h às 14h na Praça 7- Centro de BH-
Venha comemorar conosco


A Associação Cultural José Marti de MG, entidade sem fins lucrativos e de apoio e solidariedade a Cuba socialista, desde 1986,completa este ano 25 anos de fundação,cuja primeira presidenta foi a combativa D. Helena Greco.

O ano de 2011 é um marco para nós : Comemoram-se também 50 anos de erradicação do analfabetismo em Cuba. A frente da revolução está a figura lendária de Fidel Castro.

As comemorações do aniversário do líder da revolução já foram anunciadas. Em Cuba, um concerto com a participação de diversos músicos latino-americanos deve ser realizado em Havana. A celebração deverá culminar com outra apresentação musical, da Serenata pela Fidelidade, no Teatro Karl Marx, na noite da sexta-feira. O centro cultural Expocuba anunciou três dias de comemorações, que devem durar até o domingo.


A Fundação Guayasamín, com sede em Quito, capital do Equador, e criada pelo artista equatoriano e amigo pessoal de Fidel Osvaldo Guayasamín, já falecido, comandará a celebração "Serenata da Fidelidade", com compositores latino-americanos na noite de 12 de agosto, véspera do aniversário do ex-presidente cubano.

Em Belo Horizonte, cidade irmã de Havana desde 1993, o líder socialista será lembrado com uma panfletagem no centro da cidade e a exposição de artigos da cultura cubana revolucionária, de Jose Marti aos dias de hoje.

Cuba é hoje modelo nas áreas de saúde, educação, direitos humanos. Sua boa colocação no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é mundialmente reconhecido. A erradicação do analfabetismo naquele país em 1961 foi a pedra fundamental para o desenvolvimento social e humano, que apesar do bloqueio, caminha agora para a superação dos seus problemas econômicos.



Um comentário:

  1. Cinzas do pastor americano que desafiou embargo dos EUA vão repousar em Cuba.

    HAVANA — As cinzas do pastor americano Lucius Walker, organizador de uma inúmeros comboios de ajuda a Cuba e que desafiou o embargo de Washington, repousam este sábado no centro cubano evangélico Memorial Martin Luther King (CMMLK), informou a imprensa local.
    Seguidores Walker entregaram a urna aos evangélicos cubanos em uma cerimônia no Memorial José Martí, na Praça da Revolução, na presença do vice-presidente Esteban Lazo e do presidente do Parlamento, Ricardo Alarcon.
    Walker, líder das caravanas "Pastores pela Paz", que buscavam romper o embargo que Washington mantém contra Cuba há meio século, morreu em setembro, em Nova York, aos 80 anos, de um ataque cardíaco.
    O pastor, amigo do ex-presidente cubano Fidel Castro, a quem conheceu em julho passado, em sua última viagem à ilha, tinha expressado seu desejo de que suas cinzas repousassem em Cuba, de acordo com seus parentes.
    O reverendo Raul Suarez, diretor do CMMLK, disse ao receber a urna que "a obra de Lucius Walker tem muito significado como testemunho da fé cristã comprometida com a paz, justiça e solidariedade".
    A entrega das cinzas foi realizada no âmbito da vigésima caravana de solidariedade, que chegou à ilha há uma semana com 100 toneladas de ajuda humanitária, liderada pela filha do líder religioso, Gail Walker.

    ResponderExcluir